Rua Senador Souza Naves, 979

Londrina- PR

 

 

 

Segunda à Sexta: 8h00 - 19h00

Sábado: 8h00 - 14h00

43 3323-2410

  • Facebook Social Icon

Casos de caxumba aumentam 80% em São Paulo. 37 casos são confirmados na cidade

July 9, 2019

 

    Em São Paulo, a contaminação por caxumba em 2015 aumentou cerca de 80% em relação a 2014. Já foram registrados 215 casos pela Secretaria Estadual de Saúde e, segundo especialistas, a causa destes surtos é uma geração de adultos que foi mal imunizada. A doença é de fácil transmissão pelas vias respiratórias e não tem tratamento.

    Caxumba é uma doença infecciosa causada por um vírus da família dos Paramyxovirus, que provoca inflamação não só nas glândulas parótidas, mas também nas glândulas submaxilares e sublinguais. Na maior parte das vezes, a infecção se manifesta na infância, nos meses de inverno e no começo da primavera.

 

Sintomas

 

São sintomas da infecção, menos intensos nas crianças do que nos adultos:

- Inchaço e dor na parótida e nas outras glândulas salivares infectadas (localizadas embaixo da mandíbula);
- Dor muscular e ao engolir;
- Febre;
- Mal-estar;
- Inapetência;

 

Os seguintes sinais sugerem complicações da doença e exigem assistência médica imediata:

- Dor e inchaço nos testículos (orquite) e na região dos ovários (ooforite);
- Náuseas;
- Vômitos;
- Dor no abdômen superior (pancreatite);
- Rigidez na nuca;
- Dor de cabeça;
- Prostração (meningite).

 

A Vacina

 

A vacina contra caxumba é produzida com o vírus vivo atenuado da doença e faz parte do Calendário Básico de Vacinação. Pode ser aplicada isoladamente. No entanto, em geral, está associada às vacinas contra sarampo, rubéola e/ou varicela. Sendo assim, existem duas vacinas, atualmente, a vacina tríplice viral que inclui sarampo, caxumba e rubéola e a vacina tetra viral que adiciona a varicela em sua composição. A primeira dose deve ser administrada aos doze meses, contudo crianças, adolescentes e adultos devem checar a caderneta de vacinas, pois também estão suscetíveis e devem estar imunizados.

 

Lembrando que, a vacinação em massa ajudou a reduzir significativamente os antes frequentes surtos de caxumba, capazes de atingir até 85% dos adultos não imunizados. É interessante destacar que a enfermidade é mais grave no grupo, mas, ainda assim, 33% dos infectados não apresentam sintomas.

 

Fonte:

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/caxumba-papeira/

https://claudia.abril.com.br/saude/alerta-para-caxumba-37-casos-sao-confirmados-em-sao-paulo/

 

 

 

Please reload

Em Destaque

Doenças que chegam junto com o Inverno - Fique atento!

18/03/2016

1/6
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procure pelas Tags
Nos Siga
  • Facebook Basic Square